quarta-feira, dezembro 03, 2008

Professor do ano

Professor do ano foi aquele que, com depressão profunda, persistiu em ensinar os seus alunos o melhor que sabia e podia.

Professor do ano foi aquela que tinha cancro e deu as suas aulas até morrer.

Professor do ano foi aquela que leccionou a 200km de casa e só viu os filhos e o marido de 15 em 15 dias.

Professor do ano foi aquela que abandonou o marido e foi com a menina de 3 anos para um quarto alugado. Como tinha aulas à noite, a menina esperava dormindo nos sofás da sala dos professores.

Professor do ano foi aquele que comprou o material do seu bolso porque as crianças não podiam e a escola não dava.

Professor do ano foi aquele que, em cima de todo o seu trabalho, preparou acções de formação e se expôs partilhando o seu saber e os seus materiais.

Professor do ano foi aquela que teve 5 turmas e 3 níveis diferentes.

Professor do ano foi aquele que pagou para trabalhar só para que lhe contassem mais uns dias de serviço.

Professor do ano foi aquele que fez mestrado suportando todos os custos e sacrificando todos os fins-de-semana com a família.

Professor do ano foi aquele que foi agredido e voltou no dia seguinte com a mesma esperança.

Professor do ano foi aquele que sacrificou os intervalos e as horas de refeição para tirar mais umas dúvidas.

Professor do ano foi aquele que organizou uma visita de estudo mesmo sabendo que Jorge Pedreira considerava que ele estava a faltar.

Professor do ano foi aquele que encontrou forças para motivar os alunos depois de ser indignamente tratado pelos seus superiores do ME.

Professor do ano foi aquele que se manifestou ao sábado sacrificando um direito para preservar os seus alunos.

Professor do ano foi aquele presidente de executivo que viveu o ano entre o dever absurdo, a pressão e a escola a que quer bem, os colegas que estima.

Tanto professor do anoProfessores do ano, todo o ano, somos todos nós, que o continuamos a ser mesmo após uma divisão absurda. Professor do ano... Tanto professor do ano em cada escola, tanto milagre em cada aluno. Somos mais que professores do ano, somos Professores!

2 comentários:

Ana Claudia disse...

Ser professor do ano nao é só ensinar, mas sim tambem dar amor os seus alunos, e eu dos dois anos que tive contigo aprendi muitas coisas, mas o mais importante foi receber o teu amor, carinho, atençao mas principalmente a tua amizade, obrigada por tudo!



Nao sei se declaro, homenageio ou agradeço.
Se eu fosse declarar, diria que sem ti no meu caminho na minha vida, nao havia tantas coisas para eu aprender.
Se eu fosse homenagear a ti, gostaria de te oferecer o brilho das estrelas e o calor do sol para conseguir ver esse olhar brilhar.
Mas prefiro agradecer, agradece-te pela tua amizade, pois é muito mais importante do que eu aprendia durante dois anos!!!


Beijinnhos
Adoro-te muito!

Thunder disse...

Tens toda a razão! Afinal, há tantos professores bons!